APRESENTAÇÃO

Visitando vários blogs de decoração,conheci o blog Brincando de casinha, da Mari Mello,conforme lia aquela postagem fui vendo que os meus sonhos poderiam tornar-se realidade,"a minha realidade".E resolvi fazer este blog, que ele possa tambem te ajudar a compreender que podemos decorar nossas casas simples ,com algo possível e muito amor,fazendo com que elas ,muitas vezes pequenas,como a minha, se tornem lugares bonitos e gostosos de se estar.
Que voce se torne uma seguidora deste blog.

Um grande abraço

Tina

Seguidores

VISITEM VOCES VÃO ADORAR!!

sexta-feira, 30 de abril de 2010

CIMENTO QUEIMADO

            Na quarta aula do curso de decoração Casa Cláudia , Regina Adorno fala sobre revestimentos para pisos e paredes. Achei interessantíssimo cada detalhe da aula. E achei muito legal uma reportagem relacionada com o tema , escrita por Helene Zaro Koller :"Vá de cimento queimado".Vou postar aqui um pedacinho, e algumas fotos, espero que voces gostem, e é uma idéia muito boa ,pois ,
(...é uma opção rústica ,elegante e, ao mesmo tempo barata...)

O cimento queimado conquista fãs por ser uma opção rústica, elegante e, ao mesmo tempo, barata. Mas nada é tão simples: para garantir um piso sem rachaduras e outros defeitos, é preciso atentar para algumas dicas, contar com um profissional especializado e ter uma boa receita em mãos. Há sugestões até como revestimento de bancada e parede! 


Nesta cozinha, o piso de cimento queimado faz bonito, aliado ao ladrilho hidráulico, que forma um tapete no centro do ambiente. O experiente empreiteiro fez uso da seguinte receita: para 4 m² (4 mm de espessura), a massa levou 1 saco de 50 kg de pó de mármore, 1 saco de 25 kg de cimento branco estrutural, 1 litro de adesivo Bianco (da Otto Baumgart) para dar liga à mistura e água até obter consistência pastosa. Sobre o contrapiso nivelado, ele dispôs filetes plásticos que servem de junta de dilatação, evitando trincas, e passou Bianco com brocha (neste caso, melhora a aderência da massa à base). Ela foi aplicada a seguir e alisada com desempenadeira de aço. No dia seguinte, uma lixa fina acabou com as irregularidades. Panos molhados cobriram a superfície por três dias. Ao tirá-los, os pedreiros lixaram o piso e passaram resina própria para pedra. Projeto de Alan Chu e Cristiano Kato.


Sobre o contrapiso nivelado, o empreiteiro instalou juntas plásticas de dilatação (Granitorre) a cada 2 m². Ao kit pronto (Ladrilar), composto de cimento branco estrutural, pó de quartzo e pigmento terracota-claro, ele adicionou Bianco diluído em água até obter uma mistura pastosa, como uma massa corrida. Uma dica importante: a quantidade de água influi no tom do piso, por isso o ideal é fazer tudo no mesmo dia. A argamassa foi aplicada com desempenadeira de madeira e alisada com desempenadeira de aço. Cerca de quatro dias depois (cura), removeram-se as imperfeições da superfície com lixa de água nº 220. Lavou-se o piso e, para evitar manchas, passaram-se três demãos de resina acrílica Fuseprotec (Fusecolor). A cada dois meses, o piso recebe cera líquida incolor à base de silicone. Projeto de José Carlos Sérgio.

 A receita do piso de cimento queimado desta casa de praia seguiu os moldes tradicionais, levando cimento estrutural branco, um pouco de cimento cinza e areia branca lavada. O toque inusitado fica por conta das juntas: no lugar das conhecidas tiras de latão ou plástico, desenharam-se frisos paralelos, que enfeitam e também permitem a dilatação do material. Como fazer? Além do cimento queimado, repare que o piso exibe placas cerâmicas de 10 x 10 cm, que realçam a superfície e determinam a distância entre os frisos. A equipe do arquiteto começou demarcando a paginação, com barbantes esticados acima do nível do piso. Antes da aplicação da massa de cimento, assentaram-se as cerâmicas no contrapiso. Depois, com o cimento ainda mole, colocaram-se vergalhões de ferro para formar os frisos. As peças foram retiradas antes de a superfície endurecer completamente. Projeto de Cadas Abranches.
Na entrada desta casa, ladrilhos hidráulicos formam um par charmoso com o cimento queimado. A princípio, a instalação do cimento queimado com Pó Xadrez foi feita a olho, mas não deu certo e um especialista foi chamado para refazê-lo. Ele dá a dica: “O cimento precisa ser aplicado no mesmo dia em que se prepara o contrapiso, pois ambos devem secar juntos”. Ao combiná-lo com ladrilhos, assente essas peças antes, pois é o cimento que dá acabamento ao piso. Projeto de reforma de Carlos Verna.


Aqui, o pedreiro preparou uma nata de consistência semelhante à de um creme de leite apenas com água e cimento, aplicou no piso e passou a desempenadeira de metal. Antes que a massa secasse, jogou o pó de cimento. Juntas de dilatação de plástico, colocadas a cada metro, isolam a movimentação dos pisos e evitam trincas. Projeto de René Fernandes Filho

Voces gostaram da idéia de cimento queimado no piso? Querem ver mais ? ... aí vai o link:

http://casa.abril.com.br/materias/pisos/va-cimento-queimado-479297.shtml


tchauzinho - até mais!!                                 

Um comentário:

  1. Oi Tina

    que legal, sou a primeira seguidora !!!
    quanto piso perfeito, o tapete em frente à pia ficou maravilhoso.
    Parabéns pelo blog e que faças muitas amigas e muitas seguidoras, porque este é um mundinho delicioso e viciante.Meus filhos ,um de 18 e uma de 11 tem que dividir o computador comigo e não gostam muito...kkk, o marido fica com ciúmes...kkk
    vou te colocar na minha lista de blogs.


    bjocas amiga

    ResponderExcluir

SEUS COMENTÁRIOS ME FAZEM FELIZ