APRESENTAÇÃO

Visitando vários blogs de decoração,conheci o blog Brincando de casinha, da Mari Mello,conforme lia aquela postagem fui vendo que os meus sonhos poderiam tornar-se realidade,"a minha realidade".E resolvi fazer este blog, que ele possa tambem te ajudar a compreender que podemos decorar nossas casas simples ,com algo possível e muito amor,fazendo com que elas ,muitas vezes pequenas,como a minha, se tornem lugares bonitos e gostosos de se estar.
Que voce se torne uma seguidora deste blog.

Um grande abraço

Tina

Seguidores

VISITEM VOCES VÃO ADORAR!!

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

QUITANDA



A casa era grande, com inumeras janelas enormes por onde o sol e a brisa entrava m com toda força.
A cozinha tambem muito espaçosa, a pia  de madeira, como uma grande gamela com pés, da parede saia um caninho, e a água corria o tempo todo, não tinha torneira, a água vinha da mina direto para a pia da cozinha, e ali jorrava dia e noite.
No silêncio da noite, quando todos dormiam, o som da água caindo soava como uma música, relaxava, e o sono vinha rápido.
No fogão o fogo não se apagava, sempre tinha uma panela com água e o bule de ágata dentro, para manter o café aquecido, a chaleirinha de ferro fumegava, tinha horas que se pensava que sairia correndo, como uma Maria Fumaça.
Mas era nas sextas-feiras que aquela cozinha ficava movimentada, as moças prendadas que só vendo, levantavam bem cedo, as tarefas da casa eram repartidas, e algumas ficavam ali, era o dia de fazer " quitandas".
O açúcar, a farinha de trigo eram comprados aos sacos, o fubá, polvilho e farinha de milho eram feitos por elas  ali mesmo na fazenda.
Na área da cozinha o grande forno era aquecido, e dali saiam as mais deliciosas , roscas, biscoitos, pães, broas, bolos, pães de queijo. As meninas com lenços na cabeça, iam e vinham com assadeiras repletas das mais variadas delicias. Não era pouco não, toda aquela quitanda tinha que abastecer a casa durante a semana.
Depois de tudo assado, vinha a limpeza, depois o cafezinho na mesa enorme rodeada de bancos.
Ali naquela mesa , coberta por uma toalha alvíssima, durante a semana toda , não faltavam aquelas quitandas saborosas, emgrandes travessas cobertas por panos de prato bordadinhos.
Hoje , tudo é tão diferente...temos tudo à mão num piscar de olhos...biscoitos, roscas, pães variados, dependendo do lugar onde se mora, durante 24 horas voce acha  um lugar onde comprar.
Mas quando ouço estas histórias , sinto uma enorme vontade de reviver aquele tempo, onde tudo era mais difícil, mais cansativo,  mas sem quimica alguma, muito mais saudável.


É por isso que as sextas-feiras aqui em casa, é o dia das quitandas, vou corajosa para a cozinha, bolachinhas, roscas, pães, vão saindo do forno"eletrico", mas do forno do fogão à lenha tambem, enchendo a casa de um perfume embriagador.

E  a saudade de um tempo que não volta mais, tranborda do meu coração!
Então ...agora já sabem o que é quitanda aqui na nossa região?
Quando nos mudamos para cá, vindos de Jundiaí estado de  São Paulo, quitanda para nós era um lugar onde se vendia frutas, verduras e legumes. Um dia na cidade minha irmã perguntou para uma pessoa onde encontraria uma quitanda, a pessoa pensou um pouco e disse:  Naquela casa tem uma senhora que vende, ela faz muito bem.  Minha irmã agradeceu e ficou  confusa, logo papai chegou e riu muito dela, só então explicou para nós a diferença
E é por isso que lhe perguntei outro dia se  sabia o que é quitanda...conforme a região, um significado.
Um grande abraço gente querida...
Tá uma chuvarada por aqui... tenho montões de roupas para secar, para lavar, para passar...e eu aqui , conversando com voces rsrsrsrsrsrs
beijinho
Tina

22 comentários:

  1. Olá Tina querida,
    Amei sua história,parabéns pelas fotos estão dando água na boca!!!!Eu sabia o que era quitanda pois minha mãe tinha uma amiga mineira que fazia o mesmo.
    Aqui em minha casa também sigo as tradições de minha mãe que na sexta feira fazia muitas coisas gostosas para o final de semana, amo pão caseiro, docinhos uma boa sobremesa e aquela comidinha da mãe pra deixar todo mundo contente.Quer coisa melhor que isso??!!!!
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  2. Tina, que lindo relato!
    Não sabia dessa"quitanda"... gostaria tb de ter experienciado um pouco dessa época,no que diz respeito ao "sentar à mesa" sem pressa e sem culpa...de ter tempo para sentir os deliciosos cheiros e aromas na cozinha, numa simples tarde da semana...
    Bjs, Viajei!!!

    ResponderExcluir
  3. OI, querida amiga !!!!

    Que delíciaaaaaaaaaa de post!!!! Quero um pedacinho de cada coisa, pode ser??? rsrsrsrs

    Amiga, queria muito ir um dia na sua casa e tomar uma xícara de chá contigo e conversar muiiiiiiiiiiiito.....
    Tava com saudades de vc, viu querida?


    Um beijão e fica com Deus, sempre!!!
    Helena
    http://diaadiacorridinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Tina1
    amei seu post,a maneira de você contar,cada região com costumes diferentes,gosto muito saber destes costumes antigos, trabalhosos mais muito saudaveis.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Oi Tina!!!!
    Nossa enchi primeiro a boca de água e em seguida os olhos se encheram de lágrimas....Lembrou-me o tempo da minha infancia onde o cheiro de doces e pães enchia o ar da casa recem limpa e mamãe no fogão fazendo as sobremssas e bolos de fim de semana;como eu era feliz!!!!!!Hoje compramos tudo pronto,as vezes vou para a cozinhar fazer coisas gostosas tb mas queria muito aquele tempo de volta....
    Mas a vida segue e bem que vc podia dar a receita daquelas rosquinhas lá encima né,amo de paixão elas e aqui é tão dificil encontrar das boas mesmo.risos

    beijos doces

    ResponderExcluir
  6. Eu quero!!!
    Lá na casa da minha mãe, era assim algum tempo atrás, era o sábado o dia inteiro assando, roscas, quebrador, brevidades,pão de queijo, biscoito de polvilho, ela escrevia o nosso nome com a massa, a gente se achava a pessoa mais importante do mundo. Que saudade...

    ResponderExcluir
  7. Tina querida, que fermoso é lembrar o pasado!!.
    As cadeiras pintei con spray normal dese que venden nas lojas de ferreteria.
    Hay un tratamento que ataca o plástico e faz que agarre melhor, pero é muito caro, e sae melhor mercar unha cadeira nova rrss.
    Eu tentei así haber cómo resulta.
    Un grande beijo

    ResponderExcluir
  8. Oi minha amiga!
    Que delícia! Tem receitinha?!!
    bjsss

    ResponderExcluir
  9. AI, Tina, voce me deixou com fome, mas esqueceu a receita, me mande por email, quando tiver tempo....que delicia, um beijo e continue orando.

    ResponderExcluir
  10. Oi amiga!
    Mas a prosa hoje foi das boa!
    Que delicia de cenário acabo de viver com a sua historia da Quitanda!!
    Imagino a pia regada pela bica e o perfume das roscas assando...
    Se existiu outra vida eu estive nesse lugar ai, que você descreveu.
    Deixa a chuva cair, a roupa não vai secar mesmo!!!
    Fala mais... tá bom o papo!
    Beijos amiga, tenha um dia colorido!
    Lenita

    ResponderExcluir
  11. AMOREEEEE....você e daqui da minha cidadeeeee....mentiraaaaa....estava tão apaixonada pelo jeito como você falou da história,que levei um sustoooo.Por falar nisto,se esta primeira parte do post foi você que escreveu....pode escrever um livro já que vai fazer o maior sucesso.
    Deusa

    ResponderExcluir
  12. Que delícia esse dia de fazer quitandas!!! E você fez muitas e maravilhosas quitandas amiga!
    Sou apaixonada por um pão quentinho feito em casa!
    Quase caí da cadeira vendo os que você fez, nossa!
    Bjs amiga prendada!

    ResponderExcluir
  13. Querida irmã! Que delicia!`É muito gostoso fazer biscoitos e pães caseiros o aroma e o sabor é realmente diferenciado.Eu também faço os meus arranjos no forno e no fogão. Querida tenha uma ótima noite. Beijinho no coração

    ResponderExcluir
  14. Oi Tina,que delícia fiquei imaginando a manteiga derretendo no pão quentinho...hummmmm é bom demais!!!!
    beijos!

    ResponderExcluir
  15. hum dá agua na boca isso tudo.Vontade de um cafezinho com essas coisas gostosas que só vejo aqui no seu blog.
    Aproveito para te deixar um beijinho e votos de um dia bem proveitoso.

    ResponderExcluir
  16. Hummmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm
    Que delícia!!Fico só pensando na delícia que deve estar td isso! acompanhada com uma bela xícara(que sei que vc adooooora) de café com leite!! hummm.
    Tina , amei conhecer a história da quitanda! muito interessante saber que em regiões diferentes se usa a mesma palavras pra outras coisas né?!
    Flor amei o post, e agradeço sua visita!

    Bjus!
    Ni

    ResponderExcluir
  17. Ai meu Deus quantas delicias juntas,e que saudades do meu tempo de criança,adorava tudo isso os nossos pães era assado naqueles fornos feito de tijolos, embariados rsrsr redondo minha mãe mesma que fazia o forno,o aroma dos pães sem comentário que delicia ai Tininha que saudades,e estas rosquinhas que delicia quero a receita estou com a boca cheia de agua e o coração leve.

    Beijinhos vou esperar a receita.

    ResponderExcluir
  18. Sabe, Tina, que eu - desde criancinha - sonhava em viver assim, na roça, e tendo essa lida tão gratificante de prover a casa com alimentos feitos de forma natural - como sempre se fez, através dos séculos.

    Não vivo exatamente assim, mas estou mais perto do que estava antes...

    Adorei seu texto, e as fotos deram água na boca !
    Beijo

    ResponderExcluir
  19. tina é embriagante ouvir voce falar vc tem o dom da escrita nos da a impressão que esta falando com a gente e a gente chega a ver e sentir o qque vc diz,estou embriagada em seus dois blogs já estou aqui a 3 dias sem conseguir sair daqui,vendo postagem por postagem já tinha vindo aqui mas me perdi agora que achei de novo nunca mais sairei deme visite tambem no www.vidagmailcom.blogspot.com bjssssssssssssssssssssssssss
    bjs amiga

    ResponderExcluir
  20. Estou visitando sua página e amei as rosquinhas.Por favor, se puder, me envie a receita. Me faça essa caridade....estou necessitando fazer para vender e nunca vi umas rosquinhas como estas...perfeitas. Se puder me enviar ficarei imensamente grata desde já. Obrigada. Que Deus a abençoe sempre!!!
    Meu e-mail: vellir@ zipmail.com.br
    Aparecida.

    ResponderExcluir
  21. Oi, boa noite, essas rosquinhas são de amoníaco ? Se for , tem como passar a receita pq eu adoro rosquinha de amoníaco .

    ResponderExcluir

SEUS COMENTÁRIOS ME FAZEM FELIZ